quarta-feira, 11 de julho de 2007

Terapias bacanas para você, que anda meio xôxo.

Pois é, hoje foi esquisito:
Aquele dia "cinza-devia-ter-ficado-em-casa"? Ou uma tarde pontiaguda, sabe?

Triste, me tranquei no wc do escritório para chamar a loira do banheiro: lá fui eu correndo com a Madonna no fone, e sua Vogue! Ah, voltei outra meus camaradas, depois de ouvir na voz dela que "you´re a superstar" e fazer a coreografia "...greta garbo and monroe" na frente do espelho.

E foi nesse espírito que começa esse post.
Terapias jóias para vc fazer até no aconhego de seu lar.

Falta de testosterona na sua vida?
Chame o Bruce Springsteen. Se ele estiver cantando sua versão para Because the Night (belongs to lovers) então, até os pêlos da sombrancelha vão se arrepiar com o vozeirão do rapaz. Seus hormônios agradecem.

Quer demissão?
No dia que você for colocar a sua carta de demissão na mesa, vá de L7, com We´re Pretend, We´re Dead. E chute a mesa na maior atitude rock´n roll para sair bonito, tipo filme.
Ps: primeiro investigue se existe como fazer acordo demissional, né cabeção?

Não aguenta mais o mal humor que você chama de namorado?
A solução está nos gritos de Aretha Franklin, minha filha: Respect. Ou como ela diz em letras garrafais: R-E-S-P-E-C-T. Ouça várias vezes e faça corinho com ela.

The last coke of desert.
Para quem quer um dia de rockstar, a dica: em casa, pegue um microfone de mentira (pode ser um desodorante por exemplo), finja que está em Wembley com lotação máxima (mas coloque só o seu cachorro na platéia) e duble bem alto Joan Jett com seu I Love Rock´n Roll - se é para ser rockstar, que seja com um hino.

Quer fazer um clipe na rua?
Coloque o fone e deixe Patti Smith, com People Have the Power fazer o resto. É interessante você contemplar as pessoas numa avenida como se estivesse no meio de um clipe anos 80.

Chilique?
Para o rebelde sem causa dentro do seu coração, My Generation - o apelo de The Who, para a bazórfia do mundo cinza.

Academia sem poperô?
É quase um sonho, mas vc pode ir adiantando com seu mp3 player: vá de Blondie. Já que é pra gastar calorias, tempere com guitarra. Eu indico as faixas Maria, Call Me, One Way or Another.
_________
Ps: todas essas músicas estão na minha playlist pessoal. Um primor de seleção, como diria m. mãe.

4 comentários:

claus hansen disse...

Fantástico!
Faço muito disso na rua.

Ah... a vida podia ser um musical.

Claudia Galvão disse...

Adorei as dicas!!!
Amiga ruiva... a criativa da breca!!

Kisses e ...não pare de escrever!

Vivi disse...

Claus, a vida é um musical sim...é a gente que às vezes fica meio surdo. rs

Vivi disse...

Claudia, minha amiga. Saudades... eu vi suas fotos no woolly! que legal...hehehe